22 de agosto de 2017

   
 O Jornal   |   Contato
 
Colunas

Colunista:

Vilson Schambeck

Doutor Vilson Shambeck, é Cirurgião Dentista com especialidade em Saúde Pública. Com uma forte atuação junto às comunidades de base, discorre sobre diversos assuntos.&l

28/07/2017
Coluna do Vilson

Clareamento Dental – Dúvidas mais frequentes:

1. Como é feito o clareamento dental?

O clareamento pode ser feito em casa: é o clareamento caseiro, ou no consultório (laser). 

Todas são capazes de realizar o clareamento. O que difere é o tempo que é levado para concluir uma técnica e outra. O clareamento caseiro demora mais tempo, porém, é menos agressivo ao dente. Quanto mais rápidas são as técnicas, maiores efeitos colaterais provocam. Este efeito, basicamente, é a sensibilidade dentinária.

2. Clareamento caseiro:

Para o clareamento caseiro, faze-se um aparelho de acrílico transparente, que o paciente usa por 2 horas todo dia, durante 14 a 30 dias, com revisões semanais de 10 minutos no consultório. Neste caso, o paciente, sob a orientação do dentista, leva um gel oxidante fraco, para usar diariamente em casa.

3. Clareamento a Laser:

O clareamento dental a laser consiste na ativação do gel clareador especial sobre o dente, de uma forma mais rápida que a convencional, podendo-se obter o efeito desejado em uma única sessão.

A boca é protegida por uma máscara de borracha com pequenos furos, que deixam apenas os dentes à mostra. Em seguida, é aplicado um gel à base de peróxido de hidrogênio a 35%, que é um poderoso despigmentante. O laser é passado dente a dente, por uma espécie de caneta com ponta luminosa. O laser ativa o produto, que remove os pigmentos internos e externos.

4. Os produtos usados no clareamento são seguros à saúde geral?

Sim. Como outros produtos e medicamentos médicos e odontológicos, quando usados corretamente, conforme orientação, não promovem nenhum prejuízo à saúde geral.

5. O dente clareado fica enfraquecido?

Não. A estrutura dental não é afetada.

6. O clareamento altera as restaurações já existentes?

Não. Mas o paciente precisa saber que talvez tenha que trocar ou retocar as restaurações antigas: uma vez que as restaurações não sofrem ação dos clareadores, parecerão mais escuras frente aos dentes clareados, causando desarmonia estética.

7. Posso fazer clareamento em qualquer idade?

Sim. Não há contra-indicação específica quanto à idade. À partir dos 13 anos, é aceitável, quando já terminou a erupção dos dentes permanentes.

8. Durante o clareamento, o que não devo fazer?

Fumar durante o tratamento, tomar café, chá, beterraba, vinho tinto e refrigerantes a base de Cola em excesso.

9.Todo dente clareia?

Não. O clareamento dental é sempre uma tentativa, só é possível ter certeza do resultado ao final. Existem mais de 100 razões para a alteração de cor em um dente, então, antes de iniciar o tratamento, deve-se tentar descobrir a causa, antevendo possíveis dentes que não responderão ao tratamento.

10. Como ficam as restaurações e as próteses após o clareamento?

Nem as restaurações, nem as próteses clareiam, portanto, após o clareamento, todas devem ser substituídas o mais rápido possível.

11. O clareamento dental é definitivo? Quanto tempo dura o clareamento?

Em média dura 2 anos. Vai depender muito do tipo de alimentação e higiene do paciente. Por exemplo, o paciente que toma muito café, chá preto e refrigerantes em geral, tem uma recidiva (volta a cor original) mais rápida.

 

Abraço da semana:




comentários

Sem comentários, adicione o seu!

Deixe seu comentário sobre esta coluna:
De:
Comentário:
   
 
colunas relacionadas

Publicidade


© 2011 JORNAL O MUNICIPIO - Todos os direitos reservados - Produzido por