20 de outubro de 2018

   
 O Jornal   |   Contato
 
Colunas

Colunista:

Da redação

Coluna Direto ao Ponto, sempre na página 02.

12/01/2018
Direto ao Ponto

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Foto: divulgação

  • Foto: divulgação
  • Foto: divulgação
  • Foto: divulgação
  • Foto: divulgação
  • Foto: divulgação

Merito ou obrigação?

Empresário Luciano Hang, dono da Havan, mostrou uma certidão do TRF4 de Porto Alegre, informando que nada consta contra ele. Disse que não tem nenhuma condenação ou processo que o tire da eleição, garantindo sua livre participação. Hang se colocou à disposição para ajudar nas mudanças que o Brasil precisa. O que seria o óbvio, o cidadão se tornar agente político e ter uma conduta e histórico exemplar nos dias de hoje, faz com que mais e mais pessoas recorram a demonstrar que são honestos e nada pesa contra eles.

 

Já o outro...

Em que pese o mesmo nome e a mesma intenção em ingressar na política, o apresentador Luciano Huck parece estar apenas esperando a máquina engrenar. No último domingo, no programa do Faustão, Huck falava com a desenvoltura de um praticamente candidato. Me pareceu que o marido da Angelica quer ir de táxi para o planalto, pois sabe e conhece as soluções de todos os problemas do país.

 

Deputado Edinho

O suplente de deputado federal Edinho Bez deveria alinhar uma conversa com seu grupo político. Em algumas aparições e eventos que Edinho passa, ele merecidamente é convidado a estar a mesa ou ainda fazer uso da palavra, sempre chamado de DEPUTADO. Para não parecer crítica ou ainda despeito, usou a palavra MERECIDAMENTE (até porque Edinho sempre trabalhou muito por nossa região), mas daí ser chamado de deputado é no mínimo piegas demais. Acontece que enquanto se preocupam em usar como título vitalício DEPUTADO, o grupo político do deputado não percebe que está por parte de outros pré candidatos um verdadeiro esvaziamento do nome de Edinho para as próximas eleições. Dias atrás, ouvi em Criciúma, de uma liderança, que Edinho dificilmente será candidato, outros em rodinhas de conversa dizem que Edinho deverá, sim, ser candidato, porém a deputado estadual. Mas o mais impresionante é ouvir de pessoas do próprio grupo político que Edinho se elege facilmente ou a estadual ou federal. Ora bolas. Edinho, fica uma sugestão a ti: Convoca uma coletiva e expõe tua real situação política, pois estamos às vesperas de eleições e, pelo que vejo, criar clima de indefinição a seu nome é fortalecer outros candidatos de fora aqui na região.

E agora José...

O episódio da construção da passarela de concreto em frente a Unisul é sem dúvidas o assunto mais comentado dos últimos dias. Depois de ter os recursos assegurados, projeto na mão, construtora definida e tudo mais, o prefeito Joares teria voltado atrás. Parece que o problema envolve o projeto e que o prefeito, com receio de que essa obra se torne uma novela mexicana, teria pisado no freio e procura reorganizar as coisas para não sofrer nenhum desgaste político no caminho. Acontece que o prefeito tem um ano bastante atribulado. Além de ser um ano eleitoral e de copa do mundo (o Brasil vai em marcha lenta), o prefeito ainda tem a cobrança popular de obras e ações que foram prometidas e estão sendo aguardadas com bastante expectativa.

 

O fantasma de Jaguaruna

O prefeito Joares, que é muito experiente e certamente atento aos fatos, não quer que a passarela em frente a Unisul se torne a novela que foi a ponte de Jaguaruna a Tubarão. Muitas coincidências, evidentemente, serviram de gatilho na lembrança de Ponticelli, aliás, muitos personagens também.

 

 

Udo neles

E por falar em fantasma, parece mesmo que de onde está, o saudoso Luiz Henriuque está dando as cartas às eleições deste ano. Afilhado político de LHS, o prefeito de Joinville está cada vez mais se consolidando como o grande candidato ao governo. Em Joinville, Udo Döhler é tido como o grande administrador, homem de pouco sorriso, mas que atrai adeptos a sua candidatura pela forma competente de administrar a maior cidade catarinense. Dentro do PMDB, é voz corrente que Udo será mesmo o candidato e que seu nome, inclusive, é visto com muito bons olhos por psdebistas, inclusive com a possibilidade de ter na majoritária um nome do sul para vice. E bem que esse nome poderia ser do ex-ministro do tribunal de contas, Julio Garcia.




comentrios

Sem comentrios, adicione o seu!

Deixe seu comentrio sobre esta coluna:
De:
Comentrio:
   
 
colunas relacionadas

Publicidade


© 2011 JORNAL O MUNICIPIO - Todos os direitos reservados - Produzido por