12 de dezembro de 2018

   
 O Jornal   |   Contato
 
Colunas

Colunista:

Da redação

Coluna Direto ao Ponto, sempre na página 02.

07/03/2018
Direto ao Ponto

Foto: divulgação

Líder Atacadista Atacarejo impulsiona economia

Quando o empresário dribla a crise e todos ganham

No último sábado (03), o Supermercado Líder Atacadista de Tubarão teve um dia muito especial. Na oportunidade, milhares de pessoas que passaram pela loja participaram do dia D e aproveitaram não somente os preços baixos que já são marca registrada do “Atacarejo”, mas também do momento festivo preparado pela diretoria e funcionários. Com o horário ampliado das 06:00 às 24:00, os clientes, que não eram somente da cidade azul, mas tambem de toda a região, assistiram a um show de atendimento, aliado a preços especiais espalhados pelos corredores da loja, que possui mais de 6 mil metros quadrados. O ponto festivo foi, sem sombra de dúvidas, às 11:00, quando o empresário e proprietário José Carlos Heidemann Esser, Cau como carinhosamente é chamado por todos, deu início ao momento gourmet, quando foi servido suíno tipo pizza (quatro suinos dessosados, temperados assados e com ingredientes como muzarella, tomate e iguarias que mais lembrava uma gigantesca pizza, porém, com o gosto sublime da carne suina) foi servido acompanhado com pão aos clientes. O próprio “Cau” fez questão de estar a frente da organização e na hora de servir aos milhares de clientes e colaboradores. Para ele, é importante essa proximidade com os clientes e colaboradores. E assim, a rede Lider atacadista vem se destacando no mercado. Com a loja de Tubarão, o grupo atinge mais de 500 funcionários. Uma das maiores preocupações é com a qualidade e com o bem-estar dos funcionários. Cau começou a trabalhar com 11 anos com o pai no ramo de suinocultura. O primeiro serviço foi trabalhar de servente de pedreiro na construção das granjas. Com 13 anos já era pedreiro. Três anos depois, mestre de obras. Então, aos 16 anos, mesmo com a pouca idade, o menino nascido em Grão Pará se tornara um líder empreendedor. Aos 23 anos de idade, já havia começado seus investimentos na parte de supermercados. Formado em agronomia pela Unisul, o empresário tem feito escola na arte de administrar, impulsionando bons negócios e afirma que o atacarejo é o elo mais próximo entre a indústria e o cliente. Os maiores clientes do atacarejo são supermercados, minimercados, bares, lanchonetes e conveniências. Mas o público em geral também acaba conseguindo fazer boas compras com preços reduzidos. 
Pela quantidade que compra e vende, o atacarejo consegue um preço bem atrativo na indústria. Este preço é a forma operacional dele trabalhar e, assim, vai conseguir passar a mercadoria por um preço bem mais barato para o cliente. Está aí a fórmula e o exemplo de arregaçar as mangas e olhar a crise pelo retrovisor. Além de Tubarão, o grupo possui lojas também em Capivari de Baixo, Imbituba e Braço do Norte. Mais ao sul, a região de Jaguaruna, Sangão e Morro da Fumaça, apesar de ainda não contar com uma loja da rede, tem clientes cativos. Além de consumidores diretos, também pequenos e médios comerciantes que hoje tem o Líder atacadista como principal parceiro, já que aproveitam o preço e condições, consolidando a mola propulsora da economia regional.

Lula e a semana de expectativa

 

O Ministério Público Federal requereu, na segunda (5), que o ex-presidente Lula comece a cumprir a pena de 12 anos e um mês, no caso tríplex, após o julgamento do último recurso no TRF4. “O acórdão entende haver provas suficientes de que a unidade tríplex do Condomínio Solaris estava destinada a Luiz Inácio Lula da Silva como vantagem, apesar de não formalmente transferida, porque sobreveio a Operação Lava-Jato e a prisão de empreiteiros envolvidos, dentre eles, José Adelmário Pinheiro Filho (conhecido como Leo Pinheiro, ex-executivo da OAS)”, alegou o MPF. Segundo corre nos bastidores da política e até mesmo jurídico, existe uma corrente que acredita que a prisão de Lula possa ocorrer ainda nesta semana.

 

 

 

 




comentrios

Sem comentrios, adicione o seu!

Deixe seu comentrio sobre esta coluna:
De:
Comentrio:
   
 
colunas relacionadas

Publicidade


© 2011 JORNAL O MUNICIPIO - Todos os direitos reservados - Produzido por