20 de outubro de 2018

   
 O Jornal   |   Contato
 
Entrevistas
12/01/2018
Entrevista com o prefeito de Sangão Dalmir Carara Candido

Foto: divulgação

 

O prefeito de Sangão Dalmir Carara Candido concedeu entrevista ao Diário O Município e respondeu a questionamento sobre diversos assuntos como demissões, fechamento de contas de 2017, obras, entre outros. 

DOM - Prefeito Dalmir, como você avalia o ano de 2017?

Dalmir - Para ser bem sincero, foi um ano complicadíssimo. Assumimos em abril e, devido à crise e à diminuição de nossa arrecadação, sofremos muito para conseguir fazer a prefeitura funcionar. Mas todo esse esforço em torno de fecharmos as contas deu resultado e tenho esperança que em 2018 possamos administrar com mais folga.

DOM - Qual a importância das contas do município estarem em dia?

Dalmir- Para você ter uma ideia, é importante as contas estarem em dia para termos a possibilidade de recursos para o ano que vem. O pior é que é um ano eleitoral, então, temos que correr para buscar o equilíbrio entre as contas do município com lideranças, para garantir benfeitorias para 2018.

DOM - Foram feitos muitos sacrifícios devido à situação da prefeitura. O que o senhor tem a dizer sobre isso?

Dalmir: Realmente foram feitos muitos sacrifícios, como demissões e cortes no orçamento. Peço sinceras desculpas a todos os atingidos direta e indiretamente pelos cortes que fizemos, mas foi necessário. Mas não fechar as contas no fim do ano implica em dias sombrios para o município e também para mim. E a população precisa entender que a nossa receita está baixando cada vez mais e isso tudo não é culpa nossa. Tudo é definido pelo Governo Federal e Estadual, então, temos que nos sujeitar a eles nas verbas que são destinadas.

DOM- Devido a toda essa crise, o que esperar de 2018?

Dalmir – Essa é uma pergunta complicada, mas eu espero que haja um aumento nas receitas do município. Vocês acompanham diariamente as notícias de que o Governo Federal pode aumentar os valores do FPM e isso me deixa esperançoso. E os cortes que fizemos irão refletir no ano que vem, devido à diminuição de despesas. Assim, espero conseguir tocar as obras, como a da Praça do Morro Grande, por exemplo. Buscar o contato com as nossas lideranças para buscar recursos e manter a organização administrativa, o que permitirá que não haja cortes em áreas essenciais, como a saúde e educação.

DOM- E o ex-prefeito Castilho, tem sido um parceiro nessa jornada de sua administração?

Dalmir- O ex-prefeito Castilho, além de amigo pessoal, foi uma pessoa que colaborou em nossa administração neste ano, lutando conosco para que conseguíssemos fechar nossas contas. Agora, na assessoria do Deputado Federal João Rodrigues, esperamos que ele consiga destinar muitos recursos para o nosso município.

DOM- E seu vice-prefeito Nego do Frizzo?

Dalmir – O nego, assim como o Castilho, tem nos ajudado em todas as situações. É um guerreiro e um parceiro muito leal. E conto com ele nos próximos anos para nos ajudar a administrar Sangão de maneira mais correta e precisa.

DOM- Suas considerações finais.

Dalmir- Querida população de Sangão. Sei que não acertamos em tudo e sei que alguns momentos e situações não são fáceis de entender, mas peço a paciência e compreensão, pois tudo em 2017 foi muito difícil. Vamos aguardar que 2018 seja um ano melhor, com possibilidade de mantermos esse equilíbrio e andarmos para frente. Ainda, quero desejar a todos um feliz natal e próspero ano novo, com muita saúde, paz e sucesso. Obrigado por me darem a oportunidade de administrar Sangão e fazer tudo com muita serenidade, tomando decisões, mesmo que elas sejam de difícil compreensão.



Fonte: Redação


comentrios

Sem comentrios, adicione o seu!

Deixe seu comentrio sobre esta notcia:
De:
Comentrio:
   
 
notcias relacionadas

Publicidade


© 2011 JORNAL O MUNICIPIO - Todos os direitos reservados - Produzido por