27 de junho de 2019

   
 O Jornal   |   Contato
 
Segurança
19/01/2018
Corpo em estado de decomposição é encontrado no Rio Tubarão

Foto: divulgação

 

 

Ontem, por volta das 7h30 um corpo foi encontrado na beira do rio na Estrada Geral da Madre. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Tubarão um morador passava no local e foi quem ligou para a corporação. 

Foi confirmada na noite do mesmo dia a identificação do corpo. Trata-se de Deivid Plácido Cabral, de 26 anos, de Tubarão, que estava desaparecido desde a última quarta (10), por volta das 21h. A família foi avisada no ato.

Deivid foi morto a facadas, foi amarrado, teve o pescoço cortado e foi atirado no rio com uma mochila presa às costas. Este foi o primeiro homicídio do ano em Laguna, o segundo na Amurel. Foi instaurado inquérito na Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Laguna. Não há suspeitos ainda. Não está descartado que o crime pode ter sido cometido em Tubarão e que o inquérito seja remetido à Cidade Azul.

O corpo do jovem estava em avançado estado de putrefação e não havia nenhum documento com ele ou na mochila. Deivid usava apenas cueca. Foi necessário realizar um exame de digital, em Florianópolis, pela equipe do Instituto Geral de Perícias (IGP). Após perícia no Instituto Médico-Legal (IML) de Laguna, o corpo foi liberado à família.

No ano passado, Laguna foi a cidade mais violenta da Amurel. Contabilizou dez assassinatos, Tubarão teve sete, Imbituba fechou em cinco, seguida de Braço do Norte com três; Jaguaruna com duas e Treze de Maio, Garopaba e Capivari de Baixo, com um homicídio cada.

Já em 2018, nesses 18 dias já são duas mortes na região. A primeira ocorreu em Jaguaruna. Luan Bernardo Pereira, 27, natural de Criciúma, foi morto por volta de 8h do último dia 6, com um golpe de faca que acertou o lado esquerdo de seu pescoço, em frente à sua residência, no bairro Torneiro, no limite de Jaguaruna com Içara. A autoria e a motivação deste crime ainda são desconhecidas.



Fonte: Notisul


comentrios

Sem comentrios, adicione o seu!

Deixe seu comentrio sobre esta notcia:
De:
Comentrio:
   
 
notcias relacionadas

Publicidade


© 2011 JORNAL O MUNICIPIO - Todos os direitos reservados - Produzido por