22 de fevereiro de 2018

   
 O Jornal   |   Contato
 
Segurança
02/02/2018
SC reduz acidentes, mas lidera mortes no trabalho

 

 

A proporção de acidentes de trabalho em Santa Catarina teve queda em um período analisado de três anos, mas o Estado foi o único do país a registrar aumento no número de mortes de trabalhadores. É o que aponta o Anuário Estatístico da Previdência Social, divulgado nesta semana pelo governo federal.

O estudo reúne dados de 2014 a 2016, o balanço mais atualizado da Previdência Social. As estatísticas apontam uma redução de 20% nos acidentes de trabalho em Santa Catarina: caiu de 47,9 mil casos em 2014 para 38,3 mil em 2016. Isto significa que o Estado chegou a ter uma média de pelo menos cinco acidentes por hora, depois reduzida a pouco mais de quatro ocorrências a cada hora.

Percentualmente, a queda na taxa de acidentes em SC foi até mais expressiva do que a média nacional, de 18,7%. As mortes de trabalhadores catarinenses, no entanto, subiram de 163 casos em 2014 para 169 em 2016 — praticamente uma vida perdida a cada dois dias. 

Todos os outros Estados do país conseguiram reduzir a quantidade de óbitos no mesmo período, com exceção do Amapá e do Ceará, que mantiveram os números no mesmo patamar. A média nacional teve redução de 19,65%. Bahia, Espírito Santo e Rondônia, por exemplo, viram seus percentuais de mortalidade cair em mais de 30%.

Dados do Ministério da Saúde, com base em levantamentos de anos anteriores, mostram que Santa Catarina tem a quarta maior concentração de mortes por acidentes de trabalho no país, atrás apenas de São Paulo, Paraná e Minas Gerais. Foram registradas 2.471 ocorrências fatais com trabalhadores catarinenses entre 2005 e 2014. Mais da metade dos casos envolviam algum meio de transporte.

Entram na soma dos óbitos profissionais com carteira assinada e trabalhadores informais. Pelo menos seis em cada 10 vítimas não tinham vínculo formal com os empregadores, conforme o Ministério do Trabalho.



Fonte: Diário Catarinense


comentários

Sem comentários, adicione o seu!

Deixe seu comentário sobre esta notícia:
De:
Comentário:
   
 
notícias relacionadas

Publicidade


© 2011 JORNAL O MUNICIPIO - Todos os direitos reservados - Produzido por